Faça seu Login para que possamos configurar a navegação de acordo com as suas preferências.
Não está cadastrado?Clique aqui.

PROGRAMAÇÃO

HISTÓRICO:
2017   |  2016   |  2015
2014   |  2013   |  2012
2011   |  2010   |  2009
2008   |  2007   |  2006
2005   |  2004   |  2003
2002   |  2001   |  2000
1999   |  1998   |  1997
PRÓXIMOS EVENTOS

09/10/2014
18/01/2015

Exposição

Exposição Sentido Figurado de f. marquespenteado


MV-00171 Cesar Giobbi A CASA expõe obras que repensam mundo doméstico
MV-00172 Mesa de encontro e conversa A VIDA SOCIAL DOS OBJETOS
MF-05336 Exposição Sentido Figurado de f. marquespenteado
MF-05337 Exposição Sentido Figurado de f. marquespenteado
MF-05338 Exposição Sentido Figurado de f. marquespenteado
MF-05339 Exposição Sentido Figurado de f. marquespenteado
MF-05340 Exposição Sentido Figurado de f. marquespenteado
MF-05341 Exposição Sentido Figurado de f. marquespenteado
MF-05342 Exposição Sentido Figurado de f. marquespenteado
MF-05343 Exposição Sentido Figurado de f. marquespenteado
MF-05344 Exposição Sentido Figurado de f. marquespenteado
MF-05345 Exposição Sentido Figurado de f. marquespenteado
MF-05346 Exposição Sentido Figurado de f. marquespenteado
MF-05347 Exposição Sentido Figurado de f. marquespenteado
MF-05348 Exposição Sentido Figurado de f. marquespenteado
MF-05349 Exposição Sentido Figurado de f. marquespenteado
MF-05350 Exposição Sentido Figurado de f. marquespenteado
MF-05351 Exposição Sentido Figurado de f. marquespenteado
MF-05352 Exposição Sentido Figurado de f. marquespenteado

Exposição Sentido Figurado do artista f. marquespenteado


A CASA museu do objeto brasileiro inaugura nova sede
em São Paulo com mostra do artista f. marquespenteado

Renata Mellão inaugura instalações do novo edifício do museu A CASA em Pinheiros,
onde exibe mostra individual “Sentido Figurado”

A CASA museu do objeto brasileiro apresenta seu novo espaço em São Paulo, a partir de 9 de outubro de 2014, com a mostra “Sentido Figurado” de f. marquespenteado. O artista visual foi escolhido por Renata Mellão para inaugurar o espaço expositivo do novo edifício da instituição, agora com sede definitiva, situada na Avenida Pedroso de Morais.

Na mostra individual especialmente concebida para a ocasião, f. marquespenteado exibe quatro séries de trabalhos inéditos, realizados a partir de deslocamentos, interferências em bordado à mão ou à máquina sobre móveis, diferentes tipos de objetos decorativos domésticos e tecidos, além de uma miríade de elementos de um ateliê de costura.

“Esculturas Reticuladas” é o nome da série de oito composições de caráter escultórico onde o artista faz uso do potencial simbólico e representativo de objetos como livros, figuras kitsch de cerâmica, flores artificiais e garrafas, buscando evocar colisões de sentido e provocar prosopopéias. “Sobre uma mesinha de canto bem frágil um bule em forma de árvore encantada contracena com literatura barata, figuras de pastores e uma lavadeira, mas é você quem cria a narrativa”, antecipa o artista.

“Mandalas Disfuncionais”, por sua vez, é montada sobre teares manuais inventados e cestinhos plásticos de pão, onde f. marquespenteado usa diversas técnicas de bordado manual, além de materiais como canutilhos e passamanarias, para criar imagens descentralizadas e repetidas irregularmente dentro da série. Essa construção perverte o cânone da centralidade no diagrama oriental, tornando-o disfuncional enquanto figura meditativa hermética, possibilitando assim a emergência de combinações improváveis.

Lenços femininos antigos, daqueles ainda impressos manualmente, são o ponto de partida para a constituição de “Florais Rajados”. Nessa série de colagem têxtil, a plasticidade das estampas dos lenços é ressuscitada e ampliada quando o artista os recorta e recompõe sobre feltro industrial, cravando-os com um delicado bordado rajado ou sementinha, feito de linhas lançadas em diversas direções. “Sirvo-me desse novo tracejado, somando-lhes novas técnica e virtude”, declara.

“Arranjos Premiados” é um comentário crítico do artista ao destino do plástico como matéria-prima a ser respeitada e beneficiada e também à grande a oferta de concursos, de competições e prêmios no quotidiano. Assim, ele cria um conjunto de sete arranjos de flores artificiais às quais sobrepõe um bordado. Cada um desses arranjos é montado em formas esculpidas ou em cestos de vime, apresentando seu respectivo prêmio ou flâmula de condecoração.

f. marquespenteado (São Paulo, 1955)
Graduado em Ciências Sociais Pela PUC SP em 1980, f. marquespenteado fez pós-graduação em “Design Textile for Futures” na Central Saint Martins College of Art and Design, Londres, e mestrado em têxteis no departamento de Artes Visuais, do Goldsmiths College, na Universidade de Londres, em 2002. À sua produção como artista visual, alterna pesquisa acadêmica, realização de palestras, cursos, seminários e curadoria internacional de arte sobre suportes têxteis desde o final dos anos 1980. Participou de exposições individuais e coletivas em importantes instituições culturais européias e americanas, com destaque para a Fundação Gulbenkian (Lisboa, 1990), Handswerkskammer (Düsseldorf, Alemanha, 1996), Goldsmiths College (Londres, 2001), Crafts Council (Londres, 2004), “5th Kaunas Art Biennial Textile 05”, no M.K.Ciurlionis National Museum of Art (Kaunas, Lituânia, 2005), Frankfurter Kunstverein (Frankfurt, Alemanha, 2008) e “Iminência das Poéticas”, curadoria de Luis Péres-Oramas, na 30a Bienal de São Paulo (São Paulo, 2012).

A CASA museu do objeto brasileiro | www.acasa.org.br
A CASA museu do objeto brasileiro tem por objetivo contribuir para o reconhecimento, valorização e desenvolvimento do artesanato e do design brasileiros, incrementando a percepção consciente a respeito do produto brasileiro. Atua como rede que interliga iniciativas e pessoas envolvidas e interessadas na expressão cultural brasileira.

Há dezessete anos o museu A CASA dedica-se a apresentar o Brasil de várias formas, como um local de expressão cultural. As programações temáticas ou regionais se sucederam até 2001. A partir de então, desenvolve o museu virtual - www.acasa.org.br - onde divulga o resultado de suas ações, como, exposições, palestras, cursos, seminários e publicações, apresenta exposições virtuais, disponibiliza o guia do objeto brasileiro - um mapeamento da produção artesanal brasileira -, e possibilita pesquisa sobre os temas de sua área de interesse.

Desta forma, a nova sede de A CASA na Avenida Pedroso de Morais, amplia o potencial de visitação do museu e a visibilidade de seus projetos.


Serviço


Exposição “Sentido Figurado” do artista f. marquespenteado
Visitação: de 09 de outubro a 18 de janeiro de 2015
De terça a domingo, das 11h às 19h

FICHA TÉCNICA

A CASA MUSEU DO OBJETO BRASILEIRO

Direção geral: Renata Mellão
Produção: Jaine Silva
Comunicação e pesquisa: Agda Sardinha
Consultoria de projetos: Claudia Vendramini
Administração de conteúdo: Daniel Douek e Ivan Vieira
Assistência de produção e divulgação: Daniel Casquel De Tomasi
Secretaria: Cleide Lopes
Montagem e manutenção: Alex Belarmino, e Manoel Joaquim de Moura
Realização: A CASA museu do objeto brasileiro

A CASA museu do objeto brasileiro
Avenida Pedroso de Morais, 1216 | Pinheiros | CEP 05420-001 | São Paulo – SP
T+ 11 3814 9711 | www.acasa.org.br | acasa@acasa.org.br
Entrada gratuita e livre

Mais informações para a imprensa:
Décio Hernandez Di Giorgi
Adelante Comunicação
dgiorgi@uol.com.br
T + 11 3589 6212 / 9 8255 3338


CLIPPING



À moda da Casa

Folha de S. Paulo 10/10/2014
Histórias, tradições e arte

Guia da Vila Madalena 10/10/2014
Inauguração do museu A Casa

Folha de S. Paulo 10/10/2014
Veja minha participação no Jornal da Gazeta

Cesar Giobbi TV Gazeta 10/10/2014
A CASA INAUGURA NOVA SEDE EM SÃO PAULO

Harper's Bazar 08/10/2014
Baluarte

Revista Poder 15/09/2014
Ponto Fernando

Revista Bamboo 07/05/2014