top of page
4.webp

a casa bordada virtual

4.webp

O Museu A CASA do Objeto Brasileiro inaugura sua primeira exposição virtual e permanente, homenageando bordadeiras e bordadeiros de todo o país. Confira.  

O Museu A CASA do Objeto Brasileiro lança, de forma inédita, a mostra A Casa Bordada Virtual, a primeira exposição totalmente online feita pela instituição. O trabalho reforça parte da missão e legado do Museu A CASA, que é ser precursor de discussões culturais e movimentos criativos capazes de levar o artesanato brasileiro ainda mais longe.

 

Nesta exposição virtual e permanente, será possível visitar e conhecer o trabalho de bordadeiras e bordadeiros dos 27 estados brasileiros com poucos cliques. A Casa Bordada foi apresentada presencialmente em 2017 e até hoje sustenta o título de exposição mais visitada da história do Museu A CASA. 

 

Nesta releitura virtual, as peças e objetos foram pesquisados e selecionados por Renato Imbroisi, curador da mostra original, e a idealização é assinada por  Renata Mellão, fundadora do A CASA. O projeto reproduz a estrutura de uma casa, com paredes, portas, janelas, cômodos, toda feita em tecidos bordados. É uma casa construída com pano, agulha e linha.

Ao todo, são 60 artistas participantes, entre grupos, cooperativas, associações e artesãos individuais, responsáveis pelas mais de 200 peças que estão expostas. É um levantamento inédito do bordado brasileiro, que com o passar dos anos adquiriu feições, usos e costumes completamente únicos e nacionais.

 

Ao mesmo tempo em que guarda semelhanças, o bordado é distinto entre si: cada região tem sua própria forma de trabalhar. Exemplo disso é o bordado com lantejoulas e pedraria característico do Bumba Meu Boi maranhense; ou o ponto russo praticado em Primavera do Leste, no Mato Grosso, ensinado por uma comunidade de imigrantes russos às bordadeiras locais, que utilizam apenas fios de algodão puro, plantado na própria região. 

 

Reeditada pelo Museu A CASA do Objeto Brasileiro, a exposição virtual permite que mais pessoas entrem em contato com essa diversidade e visitem uma das mostras mais queridas da história da instituição. 

bottom of page